Royal Academy Of Dance


Convidado , Ter Out 17, 2017 10:04 pm
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Beth's house

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1 ... 14 ... 23, 24, 25
AutorMensagem
Leo Trang

avatar

Mensagens : 895
Data de inscrição : 12/12/2012

MensagemAssunto: Re: Beth's house   Ter Maio 20, 2014 6:42 pm

Já sabia que Beth ia querer ir comigo e que não ia descansar enquanto não me convencesse a deixar ir, por isso, apenas assenti esticando uma mão para ela e para o meu irmão - vamos os três - agarrei o meu irmão ao colo quando ele se agarrou a mim e saí de casa. - Onde é que é? - perguntei a Max, visto que nem eu nem Beth sabíamos o caminho. Max olhou-me e fungou, sabia que não queria que eu fosse falar com a mulher, mas ele nem precisava de insistir, porque a decisão estava tomada e já estávamos a ir a caminho - ao pé do parque.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bethany Wales

avatar

Mensagens : 897
Data de inscrição : 09/11/2012

MensagemAssunto: Re: Beth's house   Dom Maio 25, 2014 7:15 pm

Mesmo que Leo voltasse a insistir para que eu ficasse em casa, já tinha tomado a minha decisão e nem mesmo ele me ia conseguir fazer mudar de ideias. Por isso, agradeci mentalmente quando não insistiu, baixando o olhar até à mão que ele me esticava. Mordi a parte de dentro da minha bochecha com força e levantei-me, começando a andar até à porta, como se não tivesse reparado. Não conseguia sequer olhar para eles agora, não conseguida deixar de me sentir culpada. Abri a porta, deixando que os dois saíssem primeiro e saí por fim, fechando a porta atrás de mim. Enfiei as mãos nos bolsos do casaco, ao mesmo tempo que ouvia a voz de Max, a dizer-nos onde ficava a casa e limitei-me a segui-los, em silêncio.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Leo Trang

avatar

Mensagens : 895
Data de inscrição : 12/12/2012

MensagemAssunto: Re: Beth's house   Qua Jul 02, 2014 8:54 pm

Tudo o que eu mais queria agora era pedir a Beth que se acalmasse. Dava para perceber a milhas que ela tinha ficado a sentir-se culpada, mas ela não tinha culpa nenhuma, a culpa era toda da mãe dela que era uma... Controla-te Leo. Olhei para o meu irmão que estava um pouco assustado e apenas passei a mão pelo seu cabelo loiro. Respirei fundo quando a última palavra do meu irmão foi dita e eu percebi que a casa da mãe de Beth estava ali tão perto e cerrei o maxilar entrando pelo portão mais pequeno até começar a bater à porta. Sinceramente, eu não sabia como é que ia reagir assim que visse a cara dela, mas bem não era, de certeza.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bethany Wales

avatar

Mensagens : 897
Data de inscrição : 09/11/2012

MensagemAssunto: Re: Beth's house   Qua Jul 02, 2014 9:13 pm

Eu estava tão irritada com tudo isto que só conseguia sentir o meu batimento cardíaco aumentar à medida que nos aproximávamos da casa dos meus pais. Ou melhor, da casa dos pais de Kim. Limitei-me a seguir em silêncio, sempre ligeiramente atrás de Leo e Max e durante todo o caminho, não me atrevi a olhá-los uma vez que fosse. Não conseguia, eu sabia que, de alguma forma, parte disto também era culpa minha. Parei de andar, quando vi Leo fazer o mesmo e assim que o meu olhar subiu para a enorme casa à nossa frente, eu tive de fazer um enorme esforço para não me desmanchar em lágrimas. Durante todo o tempo em que eu tinha estado na cadeia, eles não tinham feito um esforço que fosse para me tirar de lá, mesmo com todo o dinheiro que tinham. Fechei os olhos com força, respirando fundo, e assim que ganhei coragem, segui Leo até à porta de entrada, estremecendo face ao barulho que os seus murros na porta provocavam. Naquele momento, eu só queria virar costas e desaparecer dali, não me sentia preparada para a ver, mas sabia que não o ia fazer, estava ali pelo Max, não me podia ir embora. Engoli em seco, sentindo o meu coração prestes a saltar-me do peito, e fiquei ainda pior assim que a porta se abriu e a cara dela apareceu.
- Mas o que é que vem a ser isto? - ela reclamou, num tom demasiado audível, contraindo todos os músculos do seu corpo assim que o seu olhar parou em mim.- o que é que tu estás aqui a fazer? Eu proibi-te de te aproximares da nossa família!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Leo Trang

avatar

Mensagens : 895
Data de inscrição : 12/12/2012

MensagemAssunto: Re: Beth's house   Qua Jul 02, 2014 9:40 pm

Assim que a mãe dela apareceu eu não consegui reagir logo. Ela era tão parecida a Beth que tive que fazer um esforço enorme para fazer o que tinha a fazer. No entanto, não tive mãos a medir assim que ela disse "eu proibi-te de te aproximares da nossa família". Agarrei-a pelo pescoço com bastante força e entrei em sua casa até a fazer encostar na parede mais próxima, olhando-a olhos nos olhos. - E eu proíbo-a de se aproximar do meu irmão. Se eu descubro que lhe bateu mais uma vez, eu acabo com a sua raça. Eu arranco a sua maravilhosa cabeça do seu corpo e, garanto-lhe, não é a primeira vez que o faço, por isso, não duvide - disse entredentes para não começar a gritar. Larguei e dei dois passos para trás até voltar a estar fora de casa dela, olhando para o meu irmão que apenas se encostou às minhas pernas, ainda que estivesse meio atrás de mim. Não sabia o que é que Beth queria fazer agora, mas ia continuar ali até ela decidir agir.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bethany Wales

avatar

Mensagens : 897
Data de inscrição : 09/11/2012

MensagemAssunto: Re: Beth's house   Qua Jul 02, 2014 11:41 pm

Ela sabia como me magoar, ela sabia como me atingir. Eu podia dizer que não queria saber, que ela também já não era minha mãe, mas isso nunca iria ser verdade, ela iria ser sempre a mulher que me tinha dado a vida, ainda que não me soubesse ter dado o amor. Eu só pedia que o mesmo não acontecesse com Kim, ela não merecia passar por isto. Ainda que todo o meu corpo estivesse a ser percorrido por raiva, eu não consegui fazer nada, por isso mesmo, agradeci por Leo o ter feito por mim.
- Mas o que é que pensa que está a fazer? - a minha mãe gritou assim que ele a agarrou, fazendo-a encostar-se à parede entre gritos.- largue-me! - ela ainda tentou gritar, mas a força que ele fazia era tanta que a sua voz não passou de um sussurro. Ainda pensei em ser eu a pedir a Leo que parasse, mas não, ela merecia tudo aquilo. Qual era a mãe que abandonava uma filha apenas por ela ter sido presa, ainda por cima por causa de um crime que nem sequer cometera? Mantive-me parada e sem reacção, sentindo as lágrimas presas na minha garganta. A minha mãe, por sua vez, assim que Leo a largou, levou as mãos à garganta, ficando a olhá-lo, com o olhar toldado de raiva.- você não é ninguém para vir a minha casa ameaçar-me! - ela gritou, apesar de a sua voz ainda continuar rouca.- e eu não teria feito nada se esse fedelho zé ninguém não se tivesse aproximado da minha filha. Não vou permitir que ela siga as pisadas da irmã.- e foi aí que eu não aguentei mais. Dei um passo na sua direcção, não deixando que fosse Leo a fazer-lhe.
- Ouça bem o que eu lhe vou dizer.- por mais que quisesse, não conseguia controlar o meu tom de voz.- eu posso não me aproximar nem de si nem do seu marido, mas você não é ninguém para agredir uma criança! - gritei-lhe.- e fique sabendo que eles são muito mais alguém do que o que você alguma vez foi.- não lhe ia bater, ainda que vontade não me faltasse.- e sabe porquê? - o meu tom só aumentava cada vez mais.- porque eles são capazes de me amar e de me fazer feliz, ao contrário de si, que abandona uma filha só porque ela fez algo do qual nem sequer é culpada.- e por aquela altura, já as lágrimas me deslizavam pela cara.- por isso, sou eu mesma que a proíbo de se voltar a aproximar dele.- apontei para Max.- porque você pode não saber o que é ter uma família, mas eu sei.- cerrei o maxilar para controlar o choro.-e eles são a minha! - e sem deixar que ela dissesse fosse o que quer que fosse, eu virei costas, começando a andar dali para fora. Não aguentava nem mais um segundo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Leo Trang

avatar

Mensagens : 895
Data de inscrição : 12/12/2012

MensagemAssunto: Re: Beth's house   Qua Jul 02, 2014 11:56 pm

Eu não era ninguém para a ameaçar em casa dela? Mas ela já era alguém para bater no meu irmão? Ele não passava de uma criança porra! Era sem dúvida uma criança que já tinha passado muitos mais que as outras e às vezes comportava-se como um adulto, mais que eu, mas continuava a ser uma criança e eu tinha visto que aquele choro não tinha sido da dor física, mas sim da dor da renuncia que a aquela mulher lhe deu só por ele não ter uma roupa decente. Ele já tinha sido muitas vezes enxotado de esquinas ou de ruas, juntamente comigo, e por minha causa, mas nunca desta maneira. Ia mesmo dizer todas as palavras que tinha pensado àquela mulher, reagir com violência só me queria fazer com que a quisesse matar, pelo menos se ela ouvisse as minhas palavra ela começasse a perceber. No entanto, nem tive tempo de falar porque Beth deu um passo em frente e disse exatamente aquilo que eu queria dizer-lhe. Mordi o lábio inferior ao ouvi-la falar de família e do que lhe tinha acontecido e aproximei-me dela abraçando-lhe a cintura enquanto o meu irmão trepava para o meu colo. - Vamos Beth, pessoas como estas nunca vão saber ouvir palavras de uma pessoa tão boa como tu - murmurei-lhe com o meu olhar preso na sua mãe.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bethany Wales

avatar

Mensagens : 897
Data de inscrição : 09/11/2012

MensagemAssunto: Re: Beth's house   Sab Out 11, 2014 11:08 pm

Eu não aguentava estar ali nem mais um segundo, não queria ouvir mais nada e muito menos continuar a olhar para a cara daquela mulher. Recusava-me a aceitar que tinha sido ela a dar-me vida. Por isso mesmo, não foi preciso sequer ouvir a voz de Leo para começar a sair dali para fora. Só queria voltar para minha casa e esquecer que tudo isto tinha alguma vez acontecido, por muito impossível que me parecesse. Passei as mãos pelas bochechas enquanto andava, numa tentativa falhada de parar as lágrimas, e senti todo o meu corpo estremecer assim que senti o braço de Leo em redor da minha cintura. Mordi a parte de dentro da minha bochecha com força, engolindo um soluço e senti as lágrimas caírem ainda com mais intensidade assim que me afastei ligeiramente dele. Eu não o queria fazer, aliás, acho que nunca antes tinha precisado de o sentir tão perto, mas não conseguia deixar de me sentir culpada por tudo o que tinha acabado de acontecer.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Leo Trang

avatar

Mensagens : 895
Data de inscrição : 12/12/2012

MensagemAssunto: Re: Beth's house   Sab Out 11, 2014 11:44 pm

Max agarrou-se à minha mão livre, que deixou de ser a única assim que Beth se afastou de mim. Parei, a meio do caminho, olhando-a. Eu tinha dito alguma coisa de mal? Senti o meu coração acelerar, recomeçando a caminhar mais devagarinho e engoli em seco revendo tudo o que tinha dito e feito à sua mãe. Tinha sido bruto e dito coisas que nunca diria se não estivesse tão irritado mas... ela tinha magoado o meu irmão, tanto física como psicologicamente. Será que ela tinha ficado chateado com o que eu tinha dito? - Beth - murmurei baixinho - estás chateada comigo? - perguntei sentindo-me a pessoa mais burra e estúpida do mundo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bethany Wales

avatar

Mensagens : 897
Data de inscrição : 09/11/2012

MensagemAssunto: Re: Beth's house   Dom Out 12, 2014 9:07 pm

Na minha cabeça, por muito estúpido que isto pudesse parecer, tudo fazia sentido. Ela era minha mãe, tinha sido ela a insultar Max e, de alguma forma, eu sentia que a culpa também era minha. Afinal de contas, se Leo nunca me tivesse conhecido, não estaria a passar por isto, não é? Sim, isto era mesmo muito estúpido, porque eu sabia que se não tivesse conhecido Leo, se ele não fizesse parte da minha vida agora, eu continuaria a sentir-me miserável. Mas eu não conseguia evitar. Reprimi um soluço assim que o ouvi chamar o meu nome e reprimi também a minha vontade o olhar por cima do ombro, limitando-me a abanar a cabeça mal ouvi a sua pergunta. Como é que ele conseguia sequer pensar naquela hipótese? A minha mãe é que tinha feito a merda e eu é que ia ficar chateada com ele? Não, nem sequer fazia sentido.
-Desculpa.- foi a única coisa que consegui dizer, sentindo o meu queixo tremer cada vez mais.- desculpa por te ter arrastado para a minha vida cheia de problemas, desculpa por te ter feito passar por isto.- continuei, não conseguindo calar os soluços.- a culpa disto é toda minha.- funguei, ao mesmo tempo que abanava a cabeça e nem sequer me dei ao trabalho de limpar as lágrimas, não valia a pena.- desculpa.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Leo Trang

avatar

Mensagens : 895
Data de inscrição : 12/12/2012

MensagemAssunto: Re: Beth's house   Dom Out 12, 2014 9:35 pm

Não conseguia perceber o que é que ela tinha e, apesar de ter sido demasiado bruto, não acredito que ela se tenha chateado por causa disso. Ela desprezava a sua mãe tanto como eu, tinha-se notado na forma como as duas tinham discutido. Levantei as sobrancelhas quando ela abanou a cabeça, dizendo que não estava chateada. - Então... - mordi o interior da bochecha e ela continuou a andar. Larguei o meu irmão para andar a um passo mais rápido até lhe agarrar pelo pulso e a virar para mim. - O que é que se passa? - perguntei baixinho - Porque é que te afastaste de mim? - continuei no mesmo tom, levantando uma mão para lhe tocar nas bochechas. - Beth - chamei-a - para de me pedir desculpa, não tens culpa de nada - murmurei beijando-lhe a testa e puxando-a para um abraço.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bethany Wales

avatar

Mensagens : 897
Data de inscrição : 09/11/2012

MensagemAssunto: Re: Beth's house   Qua Nov 19, 2014 11:43 pm

Eu sentia-me tão estúpida por estar a fazer aquelas figuras ali, no meio da rua, por estar a chorar daquela forma por causa de uma mulher que não merecia nem metade daquelas lágrimas todas, mas era mais forte do que eu. Não conseguia evitar, não conseguia evitar sentir-me irritada, triste e, acima de tudo, culpada por toda aquela situação. Fui obrigada a parar de andar assim que Leo me agarrou no braço e, ainda que eu não quisesse, o meu corpo virou-se de frente para o seu, o que apenas contribuiu para que o meu choro se tornasse ainda mais incontrolável.
- Desculpa.- voltei a pedir, cada vez mais baixinho, não me conseguindo impedir de encostar a minha cara mais à sua mão mal me tocou na bochecha. Eu só queria esquecer que alguma vez tinha sido filha daquela mulher, era mau demais para ser verdade. Soltei um soluço descontrolado mal Leo me puxou contra o seu corpo, abraçando-me a ele de imediato e apressei-me a esconder a minha cara no seu pescoço, sentindo o choro acumular-se no meu peito.- a culpa é minha.- insisti.- se não me tivesses conhecido, isto não tinha acontecido.- solucei.- ela não vos tinha tratado assim.- abanei a cabeça, apertando a sua camisola nas minhas mãos.- desculpa, eu amo-te, desculpa.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Leo Trang

avatar

Mensagens : 895
Data de inscrição : 12/12/2012

MensagemAssunto: Re: Beth's house   Qui Nov 20, 2014 12:09 am


Fechei os olhos depois de a abraçar e ver o meu irmão também a participar. Vê-la assim por causa daquela mulher só me dava vontade de voltar atrás e mata-la, Beth não merecia... não merecia mesmo. Encostei a cabeça à sua bochecha deixando-a acalmar-se um pouco à sua maneira, afagando-lhe as costas até que ela disse algo que não me entrou bem na cabeça e eu não consegui deixar passar. - Ei - tentei chamar a sua atenção, tentando não ser muito brusco, agarrei na sua bochecha e fi-la olhar-me - eu  estou feliz por te ter conhecido - disse-lhe bastante lentamente - eu amo-te - sorri ligeiramente - a tua mãe não tem nada à ver contigo nem com a tua irmã, ela é má por sua culpa. - encostei a minha testa à dela enquanto lhe afagava as bochechas molhadas - está bem?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bethany Wales

avatar

Mensagens : 897
Data de inscrição : 09/11/2012

MensagemAssunto: Re: Beth's house   Sex Nov 21, 2014 11:35 pm

Eu só queria parar de chorar, parar de estar assim e esquecer que aquele dia alguma vez tinha acontecido. Cada vez mais sentia que a minha família se tinha perdido no dia em que tinha sido presa, ou melhor, eu tinha perdido a minha família no dia em que tinha sido presa. Sim, porque aquela não era a mãe da qual eu me lembrava, aquela mulher, aquela mulher que maltratara uma criança como Max, eu não a conhecia. Tentei reprimir um soluço assim que senti Max abraçar-se às minhas pernas e só não desatei novamente a chorar porque Leo me agarrou na cara, fazendo-me olhá-lo. Mordi a parte de dentro da minha bochecha com força, levantando o olhar para eles aos poucos, mas assim que o ouvi dizer que me amava, todo aquele esforço foi em vão. Sentia-me estupidamente sensível naquele momento. Fechei os olhos com força mal senti a sua testa encostar-a à minha, o que me fez chegar o meu corpo para mais perto do seu e acabei por assentir ao que me disse, encostando mais a minha cara à sua mão, enquanto o olhava.
- Eu também te amo.- murmurei baixinho, passando finalmente as mãos pela cara, ao mesmo tempo que tentava parar de chorar.- e eu prometo que isto não vai voltar a acontecer.- disse, olhando também para Max.- desculpem.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Leo Trang

avatar

Mensagens : 895
Data de inscrição : 12/12/2012

MensagemAssunto: Re: Beth's house   Sab Nov 22, 2014 12:56 am

Queria sair dali, queria ir para sua casa, sentar-me no sofá e abraça-la até que ela esquecesse o que tinha acontecido. Afaguei-lhe, com uma mão, a bochecha e dei-lhe um beijinho rápido nos lábios - Beth - chamei a sua atenção - está tudo bem, não tens culpa nenhuma- voltei a repetir, assentindo como que a ver se ela tinha percebido. Não valia a pena martirizar-se tanto por causa da mãe que tinha, não valia a pena pagar pelos erros dos outros. Abracei a sua cintura e voltei a dar a mão a Max - vamos para casa, falamos melhor lá que aqui - passei os dedos pelo seu cabelo, encostando-a ao meu corpo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bethany Wales

avatar

Mensagens : 897
Data de inscrição : 09/11/2012

MensagemAssunto: Re: Beth's house   Dom Mar 08, 2015 12:08 am

Senti o meu queixo tremer novamente, mal senti os lábios de Leo juntos dos meus, mas felizmente consegui impedir-me de chorar, deixando apenas que me beijasse para me encostar ao seu corpo. Por muito que Leo dissesse o contrário, eu não conseguia deixar de me sentir culpada. Podia não ter a culpa por completo, mas em certa parte, isto também era culpa minha. Era óbvio que não estava arrependida de o ter conhecido, não, mas nada disto teria acontecido se não o tivesse arrastado para a confusão que era a minha vida. Passei uma mão pela cara, sentindo a cabeça começar a doer-me, com tanta coisa que lá tinha dentro naquele momento e tentei afastar todos aqueles pensamentos durante um bocado, aproveitando que a voz de Leo me distraiu para assentir ao que disse e recomeçar a andar dali para fora. Não via a hora de chegar a casa, enfiar-me na cama e esquecer que este dia alguma vez tinha acontecido.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Leo Trang

avatar

Mensagens : 895
Data de inscrição : 12/12/2012

MensagemAssunto: Re: Beth's house   Dom Mar 08, 2015 7:44 pm

Fechei os olhos, enquanto caminhávamos, não sabia o que fazer a Beth, não queria que ela estivesse assim e não sabia se o melhor era afastar-me ou deixar-me estar perto dela. Respirei fundo, sentindo o olhar do meu irmão em cima de mim e sorri-lhe ligeiramente, afagando-lhe o cabelo loiro. Fomos em silêncio durante o caminho e só quando chegámos é que larguei a mão do meu irmão que se foi enfiar no quarto. Virei-me para Beth, agarrando-lhe nas duas mãos e mordisquei o interior do meu lábio - se alguma vez achares que o melhor é nos afastarmos... encolhi os ombros e baixei o olhar - só tens que me dizer. Se é o que tu queres, eu faço-o.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bethany Wales

avatar

Mensagens : 897
Data de inscrição : 09/11/2012

MensagemAssunto: Re: Beth's house   Seg Mar 23, 2015 3:13 pm

Eu juro que estava a tentar afastar todos aqueles pensamentos e parecer o mais normal possível, mas ver a minha mãe e ter ouvido todas aquelas coisas, tinha aberto feridas que eu pensava já terem sarado. Deixei-me ficar em silêncio durante o caminho de volta para minha casa, visto que não sabia sequer o que pensar, quanto mais o que dizer, e assim que entrámos, estava ainda perdida nos meus pensamentos, de olhar fixo na porta, quando senti as mãos de Leo agarrarem nas minhas. Por muito distante que estivesse, ia sempre reconhecer o seu toque, fosse onde fosse. Subi o meu olhar para o seu, ao perceber que ia dizer-me qualquer coisa e mal as suas palavras me chegaram ao cérebro, e eu as consegui descodificar, senti os meus olhos encherem-se de lágrimas, mais uma vez.
- Não.- murmurei baixinho, já com as lágrimas a deslizarem-me pela face, enquanto abanava a cabeça.- eu não quero que vás a lado nenhum.- e mal terminei de falar, fiz um ligeiro movimento com as mãos, de modo a conseguir puxar o seu corpo contra o meu e abraçá-lo. Por muito culpada que eu me sentisse, não suportava a ideia de ter Leo longe de mim.- eu não quero que te afastes de mim.- repeti, abraçando-o com força, para ter a certeza de que não ia a lado nenhum.- deculpa, eu só queria que isto não tivesse acontecido.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Beth's house   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Beth's house
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 25 de 25Ir à página : Anterior  1 ... 14 ... 23, 24, 25
 Tópicos similares
-
» Baixistas que tocam Lounge, House, e música eletrônica em geral
» Fotos: Bill e Tom - Soho House e Bootsy Bellows (Los Angeles) + vídeo
» “House party” da One Direction na Suécia
» House of Night Soundtrack
» Mindsnare

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Royal Academy Of Dance :: Cidade :: Residências-
Ir para: